Loading... Loading...

MVP

PATIO

LOCALIZAÇÃO

Arroios, Lisboa

TIPO

Pátio, Reabilitação

ANO

2018

ÁREA

65 m2

Este projecto de um pátio exterior localiza-se na freguesia de Arroios, Lisboa, Portugal.

É um projecto de renovação de um pátio abandonado durante vários anos, propriedade de uma pessoa muito energética e multidisciplinar, artística, que, pela dedicação às várias atividades profissionais, nunca teve oportunidade de arranjar o espaço do pátio adjacente à sua casa.

Neste projecto focamo-nos nas alterações funcionais do espaço para resolver vários conflitos existentes e criar um espaço multiusos que expressa a personalidade da cliente.

Toda a arrecadação necessária, tal como a zona de bancada de apoio ao churrasco, foi criada logo na entrada para o pátio, em forma de volume minimalista, como um “monumento”, feito em painéis cimentícios Viroc com a métrica regularizada.

O principal problema funcional deste espaço era a proximidade do cesto de basketball à entrada do pátio, que impossibilitava a prática de qualquer outra atividade. Deste modo, o novo campo de basketball ficou reinventando. Além da sua nova posição no fundo do pátio, o campo ganhou linhas delimitadoras em forma de frases, pintadas com tinta branca de característica fluorescente para criar um efeitos subtis, embora distintos, de dia e de noite.

Desta maneira, a parede mais alta do pátio ficou livre para a sua nova função — “a parede viva”, que através de vários suportes rebatíveis, ou ganchos, serve como sítio para apresentar ou criar obras de arte, pendurar iluminação decorativa, ou servir como suporte para prateleiras durante festas. Tendo em conta a sua grande área, a parede foi revestida em chapisco — material simples e económico, que conjuga bem com painéis de Viroc e adicionalmente apresenta uma textura diferenciada. 

A parede oposta, delimitadora da floreira existente, serve de suporte para bancos amovíveis e dá resposta às necessidades do espaço, altamente flexível, durante os momentos de convívio. Assim, criou-se uma verdadeira galeria de arte.

A materialidade escolhida mantém-se dentro da mesma gama cromática — painéis Viroc, chapisco e betonilha afagada no pavimento. Estes elementos em tom cinza ficaram contrastados com elementos em madeira, como os bancos e o coroamento da parede mais alta, para suavizar a imagem crua e conjugar com a abundância das plantas existentes no pátio.

Share it

Facebook

Google+

Pinterest